7 - 10 Mandamentos - 2

No começo aquele que é a Palavra já existia. Ele estava com Deus e era Deus. Desde o princípio, a Palavra estava com Deus. Por meio da Palavra, Deus fez todas as coisas, e nada do que existe foi feito sem ela. A Palavra era a fonte da vida, e essa vida trouxe a luz para todas as pessoas.

(Evangelho de João 1.1-4)

"Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém pode chegar até o Pai a não ser por mim."

 

(Jesus Cristo em João 14.6)

Palavra e vida.

Palavra é Vida.

7 : Os 10 Mandamentos (4 a 10)

 

7.1: 4º. “Honrarás a teu pai e tua mãe, para que te vás bem e vivas muito tempo sobre a terra.”

 

Honrar significa respeitar e obedecer alguém por causa de sua posição e de sua responsabilidade. É da vontade de Deus, pois, que nós respeitemos os nossos pais e superiores, pois assim estaremos promovendo a paz na família e na sociedade. Para aqueles que procuram cumprir este Mandamento Deus promete bênçãos já nesta vida (Cl 3.20; Rm 13.1). Só podemos desobedecer aos nossos pais quando eles nos obrigarem a fazer algo contra a vontade de Deus (At 5.29).

 

7.2. 5º “Não Matarás.”

 

A vida é um presente de Deus. Somente ele tem o direito de tirá-la. Deus não apenas nos proíbe de matar alguém, como também nos ordena que façamos tudo o que estiver ao nosso alcance para ajudar as pessoas a viver. Quando odiamos ou desprezamos alguém, já pecamos contra este mandamento (Mt 5.21). Quando não ajudamos quando os outros estão em dificuldades, também desobedecemos a este mandamento. É nosso dever como cristãos valorizar a vida de cada ser humano (1 Jo 3.15; Rm 12.20; Mt 5.43-48; Tg 2.14-17; Gl 6.10; Lc 10.25-37).

 

7.3. 6º “Não Adulterarás.” (Não cometerás pecados sexuais).

 

Deus criou o homem e a mulher para que casassem e vivessem em família. Também Deus criou o sexo para fazer parte do casamento. O sexo é algo bom, mas que Deus quer seja usado apenas dentro do casamento. Deus também quer que todos, casados e solteiros, vivam uma vida pura e decente, em pensamentos, palavras e atitudes (Mt 19.6; Mt 5.28; Ef 5.25; Cl 3.17; Hb 13.4).

 

7.4. 7º “Não furtarás.”

 

Através deste mandamento, Deus nos ensina a respeitar aquilo que pertence ao nosso próximo. Ele não apenas proíbe o roubo, mas toda e qualquer atitude desonesta que possa prejudicar alguém. Além disso, é nosso dever como cristãos, dentro de nossas possibilidades, ajudar aqueles que têm dificuldades (Mt 15.19; Ef 4.28; Rm 8.32; 1 Tm 6.6-8).

 

7.5. 8º “Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.”

 

Deus quer proteger as pessoas das acusações injustas e falsas. Este mandamento nos ensina a dizer sempre a verdade. Tudo o que é dito e pode causar danos a alguém está incluído neste mandamento, também a fofoca. Pelo contrário, é nosso dever falar bem das pessoas e interpretar tudo da melhor maneira.

 

7.6. 9º e 10º “Não cobiçarás...”

 

A cobiça é o desejo insaciável de possuir algo que pertence a uma outra pessoa. A vontade de Deus é que nos sintamos satisfeitos com aquilo que temos, contentando-nos com aquilo que bondosamente ele nos concede para a nossa sobrevivência material (1 Tm 6.10; Tg 1.15; Mt 16.26; Hb 13.5; 1 Co 10.24).

 

Estes sete mandamentos referem-se ao nosso relacionamento com as outras pessoas. Todos eles poderiam ser resumidos neste único: Amarás o teu próximo como a ti mesmo (Mt 22.36-40).

 

Faça sua pergunta.

 
 
 

Se preferir, entre em contato direto para pastorjarbas@gmail.com.

Pode ser mais rápido.

 

Lembre-se de dizer de onde você é para saber qual a Igreja Luterana mais próxima.

 

Pode ser também mensagem pelo facebook:

Perfil e Página.

Quer falar? Fale. Palavra é vida.

 

Rod. Antônio Daher, 1530, Bela Vista

Nova Venécia, ES

Email: pastorjarbas@pastorjarbas.org

Tel: +55 27 99757-1269

Palavra e vida.

Palavra é Vida.

© Copyright. Todos os direitos reservados.

Jarbas Hoffimann

 

Teólogo e Pastor da

Igreja Evangélica Luterana do Brasil

www.ielb.org.br