Projeto Neemias

No começo aquele que é a Palavra já existia. Ele estava com Deus e era Deus. Desde o princípio, a Palavra estava com Deus. Por meio da Palavra, Deus fez todas as coisas, e nada do que existe foi feito sem ela. A Palavra era a fonte da vida, e essa vida trouxe a luz para todas as pessoas.

(Evangelho de João 1.1-4)

"Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém pode chegar até o Pai a não ser por mim."

 

(Jesus Cristo em João 14.6)

Palavra e vida.

Palavra é Vida.

Projeto Neemias

Transformando sonhos em templos

O que fez Neemias? Qual era sua tarefa?

Do personagem bíblico, todos sabem. Ou deveriam saber. Se não sabem, leiam em suas bíblias o Livro de Neemias e, nele, a reconstrução de Jerusalém... E assim aproveite para conhecer o profeta e também a Bíblia.

Mas...

“Neemias” está andando pelos lados do Distrito Espírito Santo Norte:

Em 2008, leigos idealizaram uma iniciativa para construir templos. Incomodava o fato de se saber que os leigos podiam mais, mas faziam pouco. E o braço forte, precisava ficar mais forte. A esta iniciativa deram o nome de “Projeto Neemias”.

A ideia inicial consistia em que os leigos (homens) do distrito, mesmo que não participassem de departamentos ativos, fizessem uma oferta especial por semestre e que esta oferta fosse direcionada exclusivamente para a construção de templos.

Demorou um pouquinho para a ideia pegou e começou a surtir efeitos não só no Espírito Santo, mas chegando à África. Para Moçambique, fomos desafiados pela diretoria nacional da IELB a apoiar a compra de um local para seminário e nosso Diesnorte sozinho ofertou R$ 35.000,00 dos R$ 80.000,00 que eram necessários (ou seja, quase 50% foi ofertado apenas pelo nosso distrito e os demais leigos do Brasil completaram o restante).

Vários templos foram ajudados pelo projeto e hoje se caminha para a a necessidade zero em construção de templos luteranos nas missões existentes no Espírito Santo e Bahia, na parte do Diesnorte (Distrito Espírito Santo Norte).

O primeiro templo inaugurado foi no Assentamento Boa Vista, no município de Ecoporanga. O atendimento ali começou em 2009 e logo sentiu-se a necessidade de um templo... Mas não havia recursos. Com o Projeto Neemias o templo foi inaugurado no dia 25 de março de 2012 — obra realizada em tempo recorde, menos de 40 dias.

Depois do templo construído, o número de membros passou de 9 para quase 40 (345% em pouco mais de um ano). E hoje continua crescendo em números, em uma das paróquias que mais crescem no Brasil, a de Vila Pavão, ES, mesmo estando em cidade pequena e características de interior.

As pessoas sentem que têm uma “Casa” para ir adorar a Deus.

O segundo templo inaugurado (em Boa Esperança, ES), na verdade, foi o primeiro começado, mas o Projeto Neemias ainda engatinhava e poucas paróquias tinha abraçado a ideia. Também não se contava com mão-de-obra local, o que fez demorar mais. Mas foi concluído, inclusive, com leigos de outras paróquias que foram ajudar na construção. Outro fator que retardou a conclusão deste primeiro templo, foi que não se tinha, claramente definidas, as regras de tamanhos de templos, acessórios, etc... Isto hoje está claro: há um modelo ideal padrão, que cabe na realidade do projeto e supre as necessidades das congregações.

Depois do templo inaugurado na sede, outro já foi construído também. E cerca de 4 anos depois da inauguração, a paróquia hoje é cerca de 100% maior em número de pessoas. Também o distrito, olhando para a necessidade específica, construiu, com apoio da IELB e da própria paróquia, casa pastoral (eles não tinham e pagavam aluguel), que foi inaugurada no dia 5 de agosto de 2017.

Quando as pessoas viram a velocidade da construção e a importância do primeiro templo erguido, se sentiram motivadas para ofertar ainda mais e o projeto começou a florescer e dar mais frutos.

Depois deste, foi inaugurado o templo de Pedro Canário. Havia 21 anos que se queria construir um templo, mas era difícil. Poucos membros para um esforço tão grande.

Louvado seja o Senhor que tem despertado tantos braços fortes.

 

O projeto funciona assim:

Os leigos do distrito fazem a oferta em suas congregações e encaminham para a diretoria distrital dos leigos. Os envelopes para esta oferta são providenciados pela diretoria distrital. Feitas as ofertas, estas são enviadas para a sede da paróquia que receberá a construção do templo. E as pessoas da paróquia se encarregam da construção — normalmente em mutirão. A paróquia ajuda, não somente o local que receberá o templo. E há casos de outras paróquias que se mobilizam para audar na mão de obra.

A ideia é que os leigos ofertem o valor mínimo de um saco de cimento.

Também as servas são convidadas a ofertar o valor mínimo de um pano de pratos e os jovens o valor de um CD musical. Mas esta parte, como depende destes dois departamentos que já têm seus projetos próprios, são sugestões.

As ofertas dos leigos são usadas na construção. Já o dinheiro que viesse das servas, seria usado para paramentar e equipar a igreja e a oferta dos jovens direcionada a comprar aparelhagem de som e instrumentos.

Os leigos são uma força muitas vezes adormecida nas igrejas. Precisamos trabalhar. Os homens gostam de ver resultados e aqui estamos vendo.

Quando escrevi esta matéria para o Mensageiro Luterano, faltavam vários templos para construir... Agora não falta mais. Estamos concluindo o de Ecoporanga e depois os recursos devem ser destinados para outras finalidades, porque trabalho tão importante não pode parar... Mas templos teremos construído todos os de missões hoje existentes.

E aquele sonho de cerca de 3 anos atrás: "Queremos que cada cristão de nosso distrito tenha seu templo para ir aos cultos, estudos bíblicos e outras atividades."?

Aqui no Distrito Espírito Santo Norte (Diesnorte) está alcançado. E no seu distrito, como anda? Será que você e vocês não podem fazer mais? Deus está te desafiando.

Talvez, pra você que tem sua igreja há muitos anos, não faça muita diferença. Mas você não imagina a alegria de se entrar no “seu templo” a primeira vez. De saber que semana que vem o templo estará ali novamente.

Sabemos que o Senhor não habita em locais construídos por mãos humanas, mas este mesmo Senhor habita a sua Casa, construída com tanto empenho, amor e carinho por nossos leigos. Desde Neemias, Davi, e os leigos, que são a Igreja.

 

Rev. Jarbas Hoffimann

Conselheiro Regional LLLB-Sudeste

 

Momento em que o Rev. Emerson Linahse, Conselheiro Diesnorte, explicava, no Congresso Nacional de Leigos de 2015, em Guarapari, ES, como funciona o projeto Neemias.

Assentamento Boa Vista

Boa Esperança

Itabela

Moçambique

Pedro Canário

Barra Seca

Adriano Machado

Quer falar? Fale. Palavra é vida.

 

Rod. Antônio Daher, 1530, Bela Vista

Nova Venécia, ES

Email: pastorjarbas@pastorjarbas.org

Tel: +55 27 99757-1269

Palavra e vida.

Palavra é Vida.

© Copyright. Todos os direitos reservados.

Jarbas Hoffimann

 

Teólogo e Pastor da

Igreja Evangélica Luterana do Brasil

www.ielb.org.br